Na entrada do restaurante, camuflada entre árvores, depara-se com um ambiente simpático, no piso térreo, onde uma mesa grande e redonda marca a sala, enquadrada pelos armários da garrafeira, e uma decoração profusa que transmite conforto. Algumas caixas de vinhos, pelo inesperado, despertam curiosidade. Atrás fica a cozinha, modernamente equipada, sem prescindir do forno de lenha, elemento de relevo nas receitas praticadas.

Na Casinha Velha a origem caseira é uma característica dominante. Começando pelo pão, que inclui diferentes tipos, até às compotas e aos enchidos. O pato com que é feito o arroz é mudo, o galo assado no forno é capão. O bacalhau, este fora do circuito caseiro, é de cura amarela.
© 2018 Casinha Velha.